Goiânia, quinta-feira, 28 de maio de 2015

Adoção

Pin It
folhadosertão.com.br



Os laços de famílias entre pais e filhos não são medidos somente pelo sangue, pelo DNA. Podem ser somados também pelo lado afetivo, do coração. É assim que  muita gente que decide adotar uma criança, forma uma família. E é esse o princípio da adoção:  dar o direito a toda criança de  crescer em família. Quantascrianças estão abandonadas ou crescendo em abrigos por aí afora? No Brasil, há um Cadastro Nacional de Adoção, criado em 2008, a partir de uma Resolução do Conselho Nacional de Justiça, que mostra que atualmente há  mais de  33 mil famílias interessadas em adotar uma criança e  mais de 5 mil e 600  crianças e adolescentes disponíveis para serem adotadas. Em Goiás,    são  800 famílias inscritas e pouco menos de 150 crianças e adolescentes disponíveis para a adoção. Se há mais gente querendo adotar do que crianças para ganharem um lar, porque é tão longo e difícil o caminho para a adoção? Porque há tanta burocracia nesse processo? O que é necessário  para uma família se inscrever no Cadastro Nacional de Adoção? Histórias de vida de quem adotou ou foi adotado estarão no Programa Sobre Todas as Coisas da próxima segunda-feira, 1º de junho, com o tema Adoção. O programa é ao  vivo, das 20 às 21 horas. Tire suas dúvidas. Saiba o passo a passo para a adoção. . Participe através das redes sociais @sobretodas; pelo telefone (62) 3201-7708 e também pelo nosso WhatsApp (62) 8411-5840.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...