Goiânia, quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Obesidade – Desafio de todos

                                                      Imagem:www.google.com.br
Um prato cheio de batata frita, uma bacia abarrotada de pipocas ou aquele churrasquinho suculento no fim da tarde acompanhado de uma geladinha. Você pode comer tudo isso e muito mais sem peso na consciência? Se você é daquelas pessoas que vivem em guerra constante com a balança é melhor avaliar bem o cardápio antes de sentar-se à mesa. E atualmente, segundo estatísticas, um batalhão de pessoas precisa preocupar e muito com calorias que ingere. A Sociedade Brasileira de Cirurgia da Obesidade calcula que 70 milhões de brasileiros, o equivalente a 40% da população do país estão acima do peso. Um número mais que dobrou nos últimos 30 anos. Responsável por um grande número de doenças no mundo, a obesidade também apresenta números preocupantes em Goiás. Estima-se que 47% dos goianos têm sobrepeso. O homem primitivo não era obeso, pois se alimentava de sementes, raízes e frutas. Hoje temos uma infinidade de opções de alimentos industrializados com altos teores de gordura. Esses alimentos são responsáveis pelos quilos em excesso? A obesidade é um problema de saúde pública? É possível tratar a obesidade pelo SUS? Como identificar se uma pessoa está obesa? Quais os principais riscos a que está sujeita uma pessoa acima do peso? A obesidade, um desafio de todos é tema do Sobre Todas as Coisas, da próxima segunda feira, 02.12, às 20h. Participe, dê sua opinião através das redes sociais @sobretodas; sobretodasascoisastv@hotmail.com e pelo telefone 3201-7708.

Goiânia, sexta-feira, 22 de novembro de 2013

► 1º lugar no Prêmio OAB de Jornalismo 2013

Na noite de ontem foi realizada a cerimônia do Prêmio OAB de Jornalismo 2013. A TBC conquistou o 1º lugar com a matéria Impunidade no Brasil, que você pode assistir aqui:

Goiânia, quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Filhos Cuidadores

                           Imagem: idadecerta.com.br

A idade chega, as forças já não respondem como antigamente e os dias parecem mais longos sem a correria típica da juventude. É o momento de inverter os papéis. Os pais que dedicaram a vida aos filhos agora precisam ser amparados. Eles passam de protetores a protegidos. Entra em cena a figura dos filhos cuidadores, aqueles que adotam os pais e não medem esforços nem despesas para garantir a dignidade e respeito à vida na velhice. Mesmo nas famílias numerosas é comum a tarefa ficar sob responsabilidade de um integrante do grupo. Nem sempre o cuidador conta com a ajuda dos demais parentes. Para executar essa tarefa tão nobre é preciso  paciência, dedicação, planejamento e acima de tudo amor. Os filhos que viram pais dos pais, mesmo com a dedicação extremada continuam o seu caminhar. Um dia também ficarão lentos e enfraquecidos pela idade avançada. É a ordem natural da vida. Eles também serão amparados pelos seus filhos? Por que é comum, notícias denunciando abandono e outras formas de maus tratos contra idosos? Quais as punições previstas na lei? O Programa Sobre Todas as Coisas da próxima segunda-feira, 25.11 vai abordar o tema Filhos Cuidadores. Participe das redes sociais @sobretodas; sobretodasascoisastv@hotmail.com e pelo telefone 3201-7708.




Goiânia, terça-feira, 19 de novembro de 2013

Professor Carlos André fala sobre educação e as mudanças na língua portuguesa. Hoje à noite, no Roda de Entrevista.

O Roda de Entrevista dessa terça-feira, 19 de novembro,  conversa com o professor Carlos André. Ele é advogado, professor de língua portuguesa e redação, presidente da Comissão de Ensino Jurídico da OAB e vice-presidente do Centro de Estudos Linguísticos da Língua Portuguesa (CELLP) do Senado Federal. A língua portuguesa do Brasil, suas transformações, a reforma ortográfica e a qualidade de ensino no nosso país são temas do debate. O programa começa às 22 horas, ao vivo, na TBC - Canal 13


Apresentação: Reynaldo Rocha
Produção: Norma Leitte e Ana Lucia Pereira

Goiânia, quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Medicina Alternativa

                                               Imagem: mundoalkalina.blogspot.com

Gripe, enxaqueca e aquela febre que não quer passar. Só quem já sentiu esses incômodos sabe que o chazinho da vovó é um santo remédio. O uso de plantas para tratar doenças faz parte da cultura do brasileiro e não é de hoje. O hábito é tão antigo quanto a história da humanidade. E no mundo moderno a medicina alternativa conquista cada vez mais novos adeptos em busca de saúde e bem estar. O tratamento a base de plantas medicinais com a finalidade profilática, curativa ou para fins de diagnóstico foi oficialmente reconhecido pela Organização Mundial de Saúde em 1978. As autoridades de saúde recomendam cautela com as crendices e os charlatões que usam da boa fé para ludibriar as pessoas com as fórmulas milagrosas. Acupuntura, auriculoterapia, cromoteria, iridologia, reiki e muitas outras práticas se enquadram no vasto campo da Medicina Alternativa. Qual é a receita para alcançar a saúde do corpo e da mente, sem efeitos colaterais? Os medicamentos manipulados são recomendados para todos os males?
O chá da vovó realmente faz efeito? Essas e outras questões serão respondidas no Programa sobre Medicina Alternativa na próxima segunda feira, 18/11, às 20h. Participe através das redes sociais @sobretodas; sobretodasascoisastv@hotmail.com e pelo telefone 3201-7708.

Goiânia, terça-feira, 12 de novembro de 2013

Hoje à noite no Roda de Entrevista: Marcos Abrão - Agehab

O convidado do Roda de Entrevista dessa terça-feira, 12 de novembro, é o presidente da Agehab, Marcos Abrão. Um balanço da habitação no estado e os avanços alcançados por programas como Cheque Mais Moradia e Casa Legal são temas da conversa conduzida pelo âncora Reynaldo Rocha e os jornalistas convidados Aline Willik, Mariley Carneiro, Cleuber Carlos e Patrícia Santana.  Ao vivo, às 22 horas. Na TBC - Canal 13

Produção: Ana Lucia Pereira e Norma Leitte

Goiânia, quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Assédio moral no trabalho

                                                                       assediomoralis
Você já se sentiu humilhado no ambiente de trabalho? Já sentiu vontade de abandonar tudo em função de repetidas condutas de chefes que tentam te desqualificar, constranger e diminuir sua importância diante dos colegas? Isso é o chamado assédio moral que segundo especialistas é uma tortura psicológica, abusiva, intencional que visa demolir psiquicamente um indivíduo ou grupo. Essa situação degrada as condições de trabalho atingindo a dignidade do trabalhador e coloca em risco sua integridade pessoal e profissional durante o exercício de suas funções. Em muitos casos a pessoa não suporta a pressão e acaba pedindo demissão do emprego.  O assédio moral no trabalho é crime e a vítima deve vencer a barreira do medo e denunciar o agressor pela conduta abusiva. Em Goiás o governo deve enviar  à Assembleia Legislativa um projeto de lei  para coibir o problema no serviço público. No âmbito geral, a punição se ampara no Código Penal Brasileiro e a maioria na justiça trabalhista. Existem formas de prevenir o assédio moral no trabalho? Quais condutas podem caracterizar o problema? Quais os danos que essa conduta pode causar para a saúde da vítima? Existe assédio moral do subordinado para o chefe? O Programa Sobre Todas as Coisas da próxima-segunda feira, 11.11, vai responder essas e outras perguntas. Participe através das redes sociais @sobretodas; sobretodasascoisastv@hotmail.com e pelo telefone- 3201-7708.


Goiânia, terça-feira, 5 de novembro de 2013

A pianista Ana Elisa Santos é convidada do Roda de Entrevista

A música erudita é tema de debate no programa Roda de Entrevista desta terça, dia 05 de novembro. A convidada especial é a pianista Ana Elisa Santos, superintendente da Orquestra Filarmônica de Goiás. Ela vai falar de sua trajetória e do trabalho à frente da orquestra. Do momento atual da música de concerto no estado, da formação de público e produção de talentos.

Ao vivo, às 22 horas, na TBC - Canal 13. No domingo a reprise é mais cedo, às 21 horas.



Apresentação: Reynaldo Rocha
Produção: Ana Lucia Pereira e Norma Leitte